Governo do Distrito Federal
28/12/21 às 15h04 - Atualizado em 28/12/21 às 15h04

Planaltina ganha feira para celebrar o bom desempenho do artesanato em 2021

Planaltina ganha feira para celebrar o bom desempenho do artesanato em 2021

 

Evento é o primeiro de uma série de exposições que percorrerão as regiões administrativas a partir de 2022.

 

 

Secretária Vanessa Mendonça e o administrador Célio Rodrigues juntos em nova parceria pelo artesanato. Foto: Claudio Berger Setur-DF

 

O artesanato do Distrito Federal fecha o ano de 2021 com grandes êxitos. Mesmo com a pandemia de coronavírus, os artistas manuais conseguiram um desempenho muito bom nas atividades como feiras, exposições e nas lojas de comercialização de produtos. Para celebrar esta conquista, a Secretaria de Turismo do Distrito Federal, em parceria com a Administração Regional de Planaltina, promove uma Feira de Artesanato naquela Região Administrativa para encerrar o bom ano do segmento no Distrito Federal.

 

 

“Estivemos em feiras nacionais e internacionais importantes, consolidamos nossas lojas nos shoppings Pátio Brasil e Alameda, inauguramos a Casa do Artesão de Brazlândia e agora concluímos a licitação para a restauração da Casa do Artesão de Planaltina”, comemora a secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça. Para o administrador regional de Planaltina, Célio Rodrigues, o artesanato é uma forma de atração turística das mais importantes. “Temos artesãos incríveis em nossa Cidade. Precisamos incentivar nossos artesãos e proporcionar espaços para que eles possam apresentar, vender seus produtos e fazer network. Essa feira será um ótimo espaço para isto. Temos certeza que será um evento muito bom. Convidamos e contamos com a presença de todos para prestigiar esses artesãos que fazem com as  mãos, verdadeiras obras de arte”, disse o administrador.

 

A Feira do Artesanato de Planaltina é a primeira de uma série de eventos de promoção do artesão do DF programados para 2022. A estrutura montada no estacionamento da Administração Regional conta com 700 metros quadrados em área coberta, onde estão afixadas 7 tendas de dez metros cada uma. Os artesãos ocuparão estandes de cerca de 6 metros quadrados, organizados em ruas, com 40 espaços de exposição. Além disso, haverá uma programação voltada para a população com cantata de natal e apresentação de artistas locais. Para as crianças, será erguida uma brinquedodeca com infláveis.

 

Vanessa Mendonça com a artesã Dadá, em Planaltina. Foto: Cláudio Berger/Setur

 

 

Vanessa Mendonça destaca o estímulo ao empreendedorismo e a regionalização, por meio das feiras de artesanato. “Quando levamos os eventos para as regiões administrativas, estamos reforçando a regionalismo, a preservação das culturas locais, a formação, o incentivo da mentalidade empreendedora e da capacitação. E todas essas ações fazem parte dos projetos que consolidamos e apoiamos aqui na Secretaria de Turismo. Isso fortalece a cadeia produtiva, bem como a comercialização dos produtos artesanais que divulgam a nossa capital”, afirma a secretária.

Este ano, o artesanato de Brasília movimentou R$ 870 mil em vendas. Somente em dezembro, até agora, foram, R$ 246 mil. “Desde janeiro de 2019, abrimos 1.618 postos de trabalho pelo artesanato”, informa Vanessa Mendonça. Ela destaca que o segmento é um forte gerador de renda no DF e que famílias inteiras tiram seu sustento dessa arte manual. “São 2.249 carteiras nacionais de artesãos emitidas em três anos”, destaca a Secretária ao comemorar a média de duas qualificações diárias de artesãos, nesse período. Hoje, o DF soma 15.514 artesãos cadastrados na Setur, o que promove uma movimentação anual de cerca de R$ 160 milhões com a comercialização dos produtos em lojas, pontos de vendas e feiras, de acordo com análise por amostragem realizada pela Pedad-Codeplan.

 

“Também conseguimos um caminhão para o artesanato, a duras penas. E neste ano fechamos o mês de dezembro com mais um caminhão. Inclusive levamos 9 artesãos para Olinda (PE) com seus produtos recolhidos em suas casas e transportados para a Fenearte, que é a maior feira de artesanato da América Latina”, ressalta a Secretária de Turismo do DF. O mesmo foi feito para Belo Horizonte, na 32ª Feira Nacional do Artesanato. “Foram duas feiras nacionais ao mesmo tempo, em estados distantes daqui, mas com a Setur garantido a infraestrutura e o transporte”, completa Vanessa Mendonça.

Outros números do artesanato do DF

– 2.249 carteiras de artesãos emitidas entre 1/1/2019 e 21/12/2021;

– 1.618 artesãos beneficiados nas ações (feiras e exposições) e lojas entre 1/1/2019 e

21/12/2021;

 

– 7 feiras nacionais entre 1/1/2019 e 21/12/2021

 

– 91 feiras locais entre 1/1/2019 e 21/12/2021

 

– R$ 2.256.700,98 é o valor em vendas entre 1/1/2019 e 21/12/2021

 

—————-
SERVIÇO:
Feira do Artesanato de Planaltina –
Dias 28 e 29 de dezembro (terça e quarta-feiras). Das 9h às 21h, no Estacionamento da Administração Regional. Entrada franca.