Governo do Distrito Federal
15/10/13 às 15h21 - Atualizado em 15/10/13 às 20h54

Delegação aprova Brasília para receber Gymnasiade

Há 44 dias do maior evento escolar do mundo, Federação Internacional de Esporte Escolar (ISF) visita os locais de competição da 15ª Gymnasiade. O presidente do ISF, Andrea Delpin afirmou que Brasília reúne os fatores necessários para receber o evento, que reunirá 1,7 mil atletas de 40 países, que começa em novembro.

“A infraestrutura dos locais está adequada e o comitê de Brasília nos deu provas de que são bons organizadores. Além disso, o Brasil é um país favorito para nós, porque respeita a missão de educar com o uso do esporte nas escolas”, elogiou o presidente, que visitou os espaços das competições, após ser recepcionado nesta segunda-feira (14), pelo governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz em seu gabinete.

O governador destacou que receber a “Gymnasiade” fortalecerá as políticas públicas voltadas para o desporto escolar, além de ser uma forma de apresentar Brasília para o mundo.

“Com esse evento, nós estamos chamando a atenção (dos países) para o Brasil e para a América do Sul, sobretudo, para ampliação do desenvolvimento educacional e para estimular a prática desportiva, de onde podem sair grandes atletas”, destacou Agnelo Queiroz.

Para o secretário-adjunto de Turismo do Distrito Federal, Geraldo Bentes, que participou da reunião, Brasília está de braços abertos para receber o maior evento escolar do mundo. “Nós esperamos que além do desporto, os participantes possam conhecer também os pontos turísticos e tudo o que a capital oferece”, disse.

O presidente da ISF, acompanhado de um comitê composto por representantes dos governos local e federal, e dos estados de São Paulo e Minas Gerais, visitam desde sábado (5), os quatro locais da competição, que estão em fase final de reforma e tiveram aproximadamente R$7 milhões em investimentos.

Entre os espaços estão o Ginásio Nilson Nelson, o Centro Esportivo Ayrton Senna, o CCUG, o Centro de Capacitação Física do Corpo de Bombeiros (CICAF) e o Ginásio de Esportes do Cruzeiro. Por último, o grupo visitará o Estádio Nacional Nilson Nelson, nesta terça-feira (15).

“Nós temos 80% das restaurações previstas para esses locais prontas e, agora, faltam apenas detalhes. Nossa previsão é que tudo seja finalizado até o início de novembro”, observou o secretário de Esporte do DF, Julio Cesar Ribeiro.

“É a primeira vez que esse evento vem para as Américas, graças ao empenho do GDF”, elogiou o presidente da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), Antônio Hora Filho, ao solicitar ao governador que envolva a CBDE em todas as grandes ações do GDF.

Competições

A 15ª edição da “Gymnasiade” terá 1,7 mil alunos de escolas de 40 países, com faixa etária entre 14 e 17 anos, que competirão em oito modalidades, entre elas, atletismo, natação, judô, karatê, xadrez e ginásticas rítmica, aeróbica, artística.

Os jogos ocorrerão de 29 de novembro a 4 de dezembro e, durante esse período, os estudantes estrangeiros e brasileiros conhecerão os monumentos de Brasília, já que o evento visa, também, ao intercâmbio cultural.

Além disso, em setembro deste ano, as Secretarias de Turismo e de Esporte se reuniram com a concessionária que administra o Aeroporto Jk, Inframerica para debater as políticas de hospitalidade e a recepção das delegações participantes. As ações deverão ocorrer antes, durante e pós o evento, além de curso para os grupos de voluntários que recepcionarão os participantes.

Ainda no mesmo mês, em cerimônia realizada no Centro de Convenções Ulysses Guimarães (CCUG), embaixadores e representantes dos países participantes da Gymanasiade 2013 conheceram as escolas que reforçarão a torcida de seus atletas.

Cerca de200 estudantes brasileiros participam e, desses, 24 oriundos da capital federal que competirão na natação, xadrez, judô e atletismo.

Neste ano, a “Gymnasiade” terá como mascote o quati, batizado de Gymi, que foi eleito por concurso promovido pelo GDF em escolas públicas da capital.

 * Com informações da Agência Brasília