Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/12/21 às 9h40 - Atualizado em 24/12/21 às 12h58

Centro de atendimento ao turista do aeroporto passa a realizar teste rápidos contra a Covid-19

COMPARTILHAR

Centro de Atendimento ao Turista do aeroporto passa a realizar teste rápidos contra a Covid-19

 

Prevenção, preparação, recuperação e resposta. Esta é a linha de ação desenvolvida conjuntamente pelas secretarias de Saúde e Turismo do Distrito Federal, utilizando o CAT como posto de testagem, ainda no desembarque de passageiros

 

Centro de Atendimento ao Turista (CAT-SETUR/DF) Foto: Ana Carolina Setur/DF

“Testar hoje, neste momento em que estamos vivendo, com a chegada da ômicron aqui em Brasília, é muito importante. Estamos fazendo um grande esforço para difundir a testagem na sociedade”, afirmou o secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache.

 

Brasília está pronta para acolher a população e os milhares de turistas que nossa cidade irá receber até o dia 20 de janeiro. A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES), sob o comando do general Manoel Pafiadache, preparou um plano de ação e resposta para as possíveis novas ocorrências da doença respiratória causada pelas recentes variantes do coronavírus no Brasil e contará com o apoio da Secretária de Turismo, do Sesc-DF e da Inframérica, consorciada que administra o Aeroporto JK, para potencializar o número de testes rápidos contra a Covid-19.

 

A linha de ação utilizada é “extra muros”, como é chamada pelos gestores da SES, porque utiliza postos de vacinação e testagem fora das Unidades Básicas de Saúde (UBS), e dessa forma aumenta a capacidade de identificar, testar, medicar e vacinar a população. E para isso, o auxílio de parceiros fundamentais como foi o da Secretaria de Turismo do DF é fundamental, destaca o general.

 

“Desde de que fomos contatados pela SES, nos colocamos à disposição para fazer a nossa parte e não medimos esforços para atender à solicitação da Secretaria de Saúde. Por isso, hoje estamos aqui inaugurando o posto de testagem dentro do Centro de Atendimento ao Turista (CAT), que vai ofertar testagem aos passageiros que chegam ao nosso país e a Brasília, ainda dentro do desembarque”, ressalta a secretária do Turismo Vanessa Mendonça.

supervisor de saude do Sesc-DF Wanderson Santos, gerente de administração comercial da Inframérica, Caio Marcelo Cruz, subsecretário da secretaria de Turismo, Nilton Veiga, secretário de  Saúde do DF, Manoel Luiz Navaz Pafiadache, secretário-adjunto de gestão à Saúde,  Fernando Moreira, subsecretário de vigilância à Saúde, Fabiano dos Anjos Foto: Ana Carolina Setur/DF

 

Com 82% da população já totalmente imunizada com as duas doses ou dose única, além da adoção dos protocolos de prevenção, o subsecretário de Vigilância à Saúde, Fabiano dos Anjos, elencou medidas gerais para proteção, como por exemplo, o uso correto da máscara, criar o hábito de manter sempre uma outra limpa para eventual troca, a importância de dar preferência a lugares bem ventilados e sem aglomerações, o distanciamento de pessoas ou de grupo de pessoas, redobrar o cuidado durante as viagens em aeroportos, estações de ônibus, transporte público e postos, higienizar as mãos com álcool em gel com frequência e não compartilhar objetos, mas sobretudo procurar um posto para ser vacinado contra a Covid-19.

 

Nos últimos dias, a Organização Mundial de Saúde (OMS) emitiu um alerta sobre a recém-descoberta variante Ômicron, que levou rapidamente os países a promover ações de proteção e prevenção como o fechamento de fronteiras e o retorno das medias restritivas básicas, enquanto aguardam por respostas definitivas sobre o real impacto que a Ômicron trará no enfrentamento à pandemia. “É por tanto neste momento, fundamental reforçar as medidas gerais de prevenção”, finaliza o secretário-adjunto de Gestão à Saúde, Fernando Moreira.

 

“O ato de vacinar é um ato individual, que deve partir de cada um, mas na conjuntura atual, tomar vacina é um ato de cidadania. O fato de irmos até um posto para se vacinar além de gerar em nosso organismo proteção, também protegemos  o  coletivo e a todos os entes queridos”, reforçou Fabiano dos Anjos, subsecretário de Vigilância à Saúde.

 

 

Funcionamento diário, de 8h às 17h