Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/06/21 às 18h41 - Atualizado em 4/06/21 às 10h44

Secretários de Turismo encerram encontro com debates sobre gargalos e projetos voltados para o setor

COMPARTILHAR

Entre as determinações, o grupo decidiu que Brasília vai abrigar a sede da associação dos secretários de Turismo; a secretária Vanessa Mendonça fez o anúncio ao final do evento,  que debateu, ainda, projetos para a retomada das atividades do turismo, como taxação dos aplicativos de hospedagem e vacinação prioritária para os trabalhadores do setor

 

 

A Associação Nacional de Secretários e Dirigentes Municipais de Turismo (Anseditur) vai ganhar sua sede em Brasília. O anúncio foi feito pela secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça, no evento de encerramento do 1º Fórum das Capitais, que aconteceu nesta quarta-feira (02/06). O encontro promovido pela entidade teve o objetivo de fortalecer o setor para a retomada das atividades.

 

Na pauta de reivindicações para o início das atividades, os dirigentes defenderam a inclusão dos trabalhadores do setor de turismo e eventos no calendário prioritário da vacinação contra a Covid-19. Para os gestores, seria uma forma de promover um ambiente seguro aos trabalhadores que estão na ponta. Outro ponto de destaque foi o fortalecimento da associação com a definição de uma sede na capital.

 

“É uma conquista muito importante e, desde o início do encontro, eu disse que Brasília é a casa de todos os municípios. Os estados estarão conosco, mas a nossa capital será a grande ponta de lança desse grande movimento de fortalecimento do turismo em Brasília e de Brasília para o Brasil”, falou Vanessa Mendonça, que também é diretora da Anseditur.

 

 

Em mesa redonda, a governança e Projetos de Lei em trâmite da Comissão de Turismo da Câmara e Senado que afetam o setor entraram na pauta do debate. O presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Augusto Nardes, o vice-presidente da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados, deputado Bibo Nunes, o presidente da Anseditur, Ângelo Sanches, e a secretária Vanessa Mendonça participaram da mesa.

 

O ministro Augusto Nardes destacou que a integração entre todas as instâncias de poder é uma das maiores aliadas da governança.  “Trago a ideia de criarmos uma grande de governança do setor para sincronizar municípios, estados e a União. Com a tese da governança, o resultado do trabalho será deixar um legado. O dirigente precisa parar de pensar na árvore e enxergar a floresta. Nesse ponto, a secretária Vanessa está inovando nas políticas públicas robustas e sólidas que está implementando no Distrito Federal”, falou o ministro.

 

 

A secretária Vanessa Mendonça defendeu a ponte criada entre o legislativo e os dirigentes municipais para dar celeridade aos projetos que tramitam na casa, que beneficiam e fortalecem o setor.

 

O deputado Bibo Nunes avaliou que o trabalho da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados está alinhado aos esforços do governo federal para impulsionar o setor em todo o país. “Vamos incentivar os pequenos empresários do setor por meio do Pronampe (Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte). Passamos o pior momento e vamos voltar aos ótimos momentos. Pela garra de todos aqui, saio com a garra de lutar ainda mais pelo turismo, que é a bola da vez”, considerou.

 

 

Para o presidente da Anseditur, Ângelo Sanches, é necessário iniciar um grande debate nacional envolvendo o legislativo e os municípios para a tributação dos aplicativos de hospedagem, tais como, o Booking, Kayak e Airbnb. Sanches defende que o município receba alguma vantagem financeira, uma vez que essas empresas operam no turismo e devem ser taxados como são os hotéis. A proposta contou com o apoio dos representantes municipais, que se comprometeram a formalizar um pedido ao legislativo federal.

 

Integração

 

Numa ação de fortalecimento das ações de integração entre as secretarias, a Setur-DF e a Secretaria de Turismo de São Luis (MA) assinaram um Protocolo de Intenções. Com isso, as pastas visam o desenvolvimento de programas, projetos e ações conjuntas, além do intercâmbio de informações e tecnologias, para fortalecer as iniciativas voltadas para a promoção do turismo, fomentando o incremento de fluxo turístico entre as cidades.

 

 

 

“Decidimos assinar este Protocolo de Intenções no evento da Anseditur para sinalizar que já é um resultado do debate e que nós podemos ampliar. Esse documento é a união das afinidades que nós identificamos de Brasília como destino turístico, Patrimônio Cultural da Humanidade, e a cidade de São Luis. São esses eixos que podemos criar em cada município uma rede para promoção dos segmentos do turismo”, defendeu Vanessa Mendonça.

 

O secretário de Turismo de São Luis, Saulo Ribeiro dos Santos, acredita que o turismo não é um caminho isolado. “É importante que a gente tenha essa concepção de integração, de cooperação e de colaboração. Estamos afinados com a importância da governança e da gestão pública mais direcionada, mais aberta e mais integrada para que a gente possa fortalecer a cadeia produtiva e o turismo do nosso país”, finalizou o secretário Saulo dos Santos.

 

Também como resultado do evento, o deputado Bibo Nunes apresentou o Projeto de Lei 2036/2021 na Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (02), que inclui os trabalhadores do Turismo como grupo prioritário na campanha de vacinação contra a Covid-19. Para o parlamentar, “o setor está sendo muito prejudicado pela pandemia, por isso é importante vacinarmos esses profissionais para que o turista se sinta seguro e o setor possa retomar as atividades para seguir gerando milhões de empregos diretos e indiretos e renda aos brasileiros”.

 

 

O 1º Fórum das Capitais aconteceu dos dias 31/05 a 02/06 e reuniu 53 secretários municipais de Turismo de 30 municípios e de 21 estados e do Distrito Federal. Os debates e pleitos serão formalizados numa carta aberta que será entregue no Ministério do Turismo e no Congresso Nacional.

 

Ascom Setur-DF